Setembro 26 2010

 

 

Há na vida quatro Tempos

Em Estações Enquadrados

Sopradas por quatro Ventos

Quentes Frescos ou Gelados

 

Numa Primavera em flor

Segue-se o Verão sem demora

Depois de Outono sem fulgor

Chega o Inverno que chora

 

Primavera a Mocidade

Consolidada no Verão

Num Outono de Saudade

No Inverno a Solidão

 

Nos Quatro Ventos chamados

Vento Sul ou Vento Norte

Por ordem um pouco à sorte

Com Leste e Oeste enquadrados

 

Na Primavera indiferentes

No Outono diferenciados

No Verão são sempre quentes

De Inverno sopram gelados

 

Quatro Tempos, QuatroVentos

Na vida bem misturados

Nesta minha observação

 

Confundem-me os sentimentos

Se os achar desparatados

Pelo erro, peço perdão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por severino às 14:23

Olá Severino!
E assim a vida passa em quatro estações sentida...
Em todas há a beleza da beleza desta vida...
Um abraço
Rosinda
Rosinda a 27 de Setembro de 2010 às 10:48

É verdade amiga

Na passagem desta vida
Há sempre alguma beleza
Por vezes é divertida
Com mistura de tristeza


Vivê-la e tirar dela o melhor será sem dúvida a melhor solução.

Um abraço
j/severino

severino a 29 de Setembro de 2010 às 11:58

Quatro tempos em que tudo vem a seu tempo, num ciclo interminável de mutações.
Deixa-nos esse tempo, alegria , saudade, nostalgia, seja em que estação for e escusas de pedir perdão, porque erros não cometeste, apenas vais dizendo o que te vai no coração.

Beijos
Manu
Existe um Olhar a 27 de Setembro de 2010 às 19:56


Sempre a sabedoria de "Madre Mauela de Tomar" !
Lamentas-te os Seis Anos na vivência no Colégio de Freiras... Eu diria que a sensibilidade com que te moves nos mais variados assuntos que abordas, está um rasto positivo dos ensinamentos que talvez tenha sido um bom complemento à tua estrutura genético.
Creio que na juventude seria sempre útil uma influência religiosa saudável, de qualquer Religião, que orientassem os valores para uma vivência em sociedade, que contribuissem cada vez mais para um mundo melhor...é tão curta e sofrida esta vida que merecia um pouco mais meditada por parte dos que dirigem os destinos do mundo.
Ena...Onde eu já vou, para bem dizer e salientar essa tua vivência que tanto lamentas.
Um abraço, sábia amiga
feliz resto de Semana

j/severino
severino a 29 de Setembro de 2010 às 12:34

mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
25

27
28
29


pesquisar
 
blogs SAPO