Abril 21 2012

 

Este Abril de primavera
Já não tem as cores d`outrora

Vive em compasso de espera

Enquanto a "crise" o devora

Vamos plantar neste Abril

Os cravos da liberdade

Esses de Abril esperanças mil

Só esses têm verdade

 

Fora com maus jardineiros

No jardim que Abril abriu
E tanta esperança gerou

 

Esses ratos sorrateiros

Que idéias de Abril traiu

E a justiça os ignorou

j/severino
 

publicado por severino às 11:59

mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27
28

29
30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO