Julho 10 2010

 

Neste meu porto ancorada

Com muito do meu passado

Tenho um arquivo sagrado

Num canto desta Jangada

 

Guardo nele as alegrias

Das boas recordações

Momentos de fantasias

Em dossiers de paixões

 

Tenho resmas de saudade

Cadernos de sentimentos

Atados com bons momentos

Em pastas de felicidade

 

Tenho em folha separada

Sonhos, por mim inventados

Em noites sem madrugada

Por insónias sustentados

 

                                    Tenho no porão da Jangada

                                     Fechado com sete pregos

                                     Um destino de nós cegos

                                     De uma meada empessada

 

                                      São parte da minha vida

                                      Com percurso em labirinto

                                      Das angústias que hoje sinto

                                      Desejo vê-la esquecida

         

                                      Tenho nas marés da Ria

                                       Com águas em movimento

                                       Que lavam dia após dia

                                       As mágoas do pensamento

 

                                     

                                     

                                     

 

                                     

                                     

 

                                     

                                     

 

                                         

 

                                     

                                     

 

  

 

 

 

 

 

 

publicado por severino às 22:58

Rodrigo

Tens a Jangada vazia
A minha está bem pesada
Tenho aqui muita arrelia
Desta longa caminhada

Tantoe sonhos encantados
Estão nas tuas fantasias
Vive-os com alegrias
Porque os meus estão arquivados

Se voltasse á tua idade
Elegia o teu caminho
Qual pássaro no seu raminho
Procurando a liberdade

Nas letras e conhecimento
Tens bom futuro pela frente
Deitas na terra a semente
Dos frutos do pensamento


Quero-te dizer que também já tenho feito comentários nos blogs dessa grande Senhora Rosa Silva, tua conterrânea.

Aquele abraço e força!
j/severino




severino a 8 de Agosto de 2010 às 13:23

mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
17

18
19
20
21
22
23
24

27
28
29
31


pesquisar
 
blogs SAPO