Julho 16 2010

Nos tempos que o tempo tem

Há muitos que não conheço

Assim quando me convem

A tempo... desapareço

 

Mas se esse tempo me agrada

E domino  os sentimentos

Regresso em força à jangada

Utilizando os "três tempos"

 

Folheando nos meus tempos

No tempo que a vida passa

Vejo que o tempo sem graça

Está preso de movimentos

 

No tempo dos desalentos

Neste livro ali bem perto

Está há tempos no deserto

Sem tempo para lamentos

 

Dos tempos esta mistura

Nenhum deles é igual

Daí aquela figura

Deste grande temporal

 

 

 

 

publicado por severino às 13:20

Ola
Desde ja bom fds
Devia ter participado em tempos num desafio chamado tempo,proposto por determinada pessoa
Tem jeito para falar de tempo,eu la me desenrasquei,bem ao mei jeito

Os tempos sao dificies
E nunca sabemso o que o tempo nos traz
Mas e com ele que temos de lidar
Para mais tarde com o tempo recordar

E la rimei...ehehehe

Um abraço
C esta?
luadoceu a 16 de Julho de 2010 às 15:37

Lua do Ceu e Princezinha
Agora em tempo de férias
Brincam na Areia fininha
Esquecidas das lides sérias

Só falta o cão e o gato
Nesse extenso areal
O Marido que está grato
Ao lado, feliz por igual

Nessas férias que adivinho
Tanta paz e alegria
Não perca essa fantasia
Instále-a no seu Ninho

Um abraço e boa Praia!

j/severino

obrigada
tenho saudades de rimar
bom domingo
abraços

severino
adicionei o
como disse que acompanhava minha filha
achei por bem adiciona lo,para poder comentar me qdo e se lhe apouver
um abraço e boa semana
luadoceu a 19 de Julho de 2010 às 15:29

mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
17

18
19
20
21
22
23
24

27
28
29
31


pesquisar
 
blogs SAPO